dieta alcalina

Dieta alcalina

Dieta para artrite de John Pagano

Dieta alcalina para cura natural da psoríase, eczema, artrite psoriática e portanto permitir umemagrecimento saudável.

A aprovação pelo seu médico pessoal é essencial antes de embarcar nesta ou em qualquer dieta alimentar.

Evite qualquer alimento que provoque uma reação alérgica, mesmo assim que esteja na lista de permitidos.

80 por cento / 20 por cento – rácio de alimentação

Oitenta por cento da ingestão diária de alimentos na dieta alcalina deve ser seleccionada da lista a seguir, a maioria dos quais são formadores alcalinos (base):

Água

De seis a oito copos de água pura por dia, ou seja, além de todos os outros líquidos consumidos.

Lecitina

Lecitina granular – 1 colher de sopa três vezes por dia, cinco dias por semana.

Frutas

As frutas frescas são as preferidas. As congeladas são permitidas ou embaladas em água em frasco de vidro na ocasião. Portanto as frutas cozidas são altamente recomendadas, sempre que possível.

  • Admitidas – Maçãs (cozidas), damascos, a maioria das bagas, cerejas, tâmaras, figos (sem enxofre), toranja, uvas, kiwis, limões, limas, manga, nectarinas, laranja (a), mamão, pêssegos, pêras, abacaxis, e pequenas ameixas.
  • Permitidas em menores quantidades – abacates, arandos vermelhos, passas, ameixas e grandes ameixas. Note-se que maçãs cruas, bananas e melões são permitidas desde que sejam comidas sós e com moderação.
  • Não são permitidos – morangos ou frutas cítricas em casos de eczema ou artrite, nem morangos em casos de psoríase.

Vegetais

O consumo diário deve ser de três que crescem acima do solo para um que cresce abaixo da terra. São preferíveis os frescos, ou seja, os congelados são permitidos ou os embalados em frascos de vidro de vez em quando.

  • Admitidos – Espargos, beterraba, brócolos, couve de bruxelas, repolho, cenoura, aipo *, pepinos, alho *, alface *, (alface romana, em particular), cebola, azeitonas *, nabo, abóbora, cebolinha, soja, espinafre, couve *, feijão de vagem, abóbora, batata doce, agrião * (Nota: Os que estão marcados com um asterisco são particularmente importantes).
  • Permitidos em menor quantidade – Milho (milho branco é o preferido), feijão, lentilhas, cogumelos, ervilhas e ruibarbo.

Sumos

A ingestão diária de vegetais preparados na hora e sumos de fruta é altamente recomendado. O investimento mais valioso num aparelho de cozinha é num espremedor ou liquidificador. Mais eficaz é um copo por dia de cenouras recentemente moídas, aipo e alface.

Diversos

As amêndoas são alcalinas na natureza. Sugere-se que se comam cinco amêndoas cruas por dia. As avelãs são permitidas ocasionalmente, bem como castanhas e coco fresco. O vinagre de cidra de maçã, usado com moderação, é o único tipo de vinagre permitido.

Vinte por cento da ingestão diária de alimentos na dieta alcalina deve ser seleccionada a partir do seguinte, a maioria dos quais são formadores de ácido:

Grãos

A maioria dos grãos são formadores de ácidos (exceto milho) e deve ser consumido na forma de produtos naturais de grãos integrais, como pães, cereais (com poucos, ou nenhuns, conservantes ou adoçantes artificiais), bolos, massas (alcachofra de Jerusalém é a preferida, com azeite e molho de alho), arroz (o integral é o preferido e / ou o selvagem) – sem produtos de farinha branca.

Carnes

Evitar carnes vermelhas.

Peixes

Peixes de água salgada, fresco ou congelado – ou de água doce. São permitidas as variedades de polpa branca, mas escuro e o oleoso é o preferido (nada de mariscos). Se enlatados, são permitidos os embalados em água ou óleo (de preferência azeite). O peixe é sugerido cerca de três a quatro vezes por semana.

Aves

Frango, galinha caseira, peru, galinha selvagem (todos sem pele, carne branca é a preferida). Aves é permitida sobre duas ou três vezes por semana.

Cordeiro

Retirar toda a gordura antes de cozinhar, bem cozido, uma ou duas vezes por semana (nunca frito, e não mais de 4 a 6 onças, mais ou menos 113g a 170g, numa refeição).

Lacticínios

Só produtos com baixo teor de gordura e baixo teor de sódio baixo são permitidos: desnatados e com baixo teor de gordura, 1% ou 2% de leite, queijo, manteiga, iogurte, e assim por diante (sem sorvete ou gelados, sem coberturas de cremes ou produtos de leite integral). Os produtos lácteos, na sua maior parte são classificadas como sendo neutros ou alcalinos na sua reacção, dependendo da fonte de referência. Não ingerir citrinos ou sumos de citrinos com produtos lácteos ou cereais na mesma refeição.

Manteiga

Manteiga normal é permitida, mas apenas ocasionalmente e de forma muito restritiva. (Mesmo sendo uma gordura saturada, um pouco de manteiga normal é melhor do que a margarina e outros produtos hidrogenados.)

Ovos

Dois a quatro por semana, preparada de forma alguma, excepto fritos.

Óleos

Canola, coco, milho, caroço de algodão, azeite, açafrão, sésamo, soja, girassol e ocasionalmente de amendoim. Uma colher de chá de azeite, três vezes por dia é sugerida para crianças, e uma colher de sopa três vezes por dia para adultos, isto é, a menos que haja um problema de vesícula biliar.

Chás

Chá de casca de olmo em pó (de manhã) e açafrão amarelo americano (à noite), conforme indicado, são os chás mais benéficos em casos de psoríase e eczema. (Camomila, chá verde, verbasco, chá de Oolong (china) ou chá de semente de melancia, por vezes, podem ser substitutos para o chá de açafrão amarelo americano.) Lembre-se, as mulheres grávidas ou aquelas a planear gravidez devem evitar tanto o ​​chá de casca de olmo em pó como o chá de açafrão.

Os alimentos a evitar na dieta alcalina

Quase todas as gorduras saturadas

Carnes vermelhas (excepto o cordeiro), como carne bovina, carne de porco, pâncreas, de bovino; carnes processadas, como bolonha, pepperoni, salsichas, salame e salsicha; produtos hidrogenados como margarina e gordura. Evite gorduras trans tanto quanto possível.

As solanáceas

Beringela, pimentão, pimenta (todos os tipos, excepto pimenta preta), tomate (e molhos de tomate e produtos), tabaco (fumo), batatas brancas (todas as batatas são consideradas “brancas”, exceto a batata-doce e inhame).

Marisco

Amêijoas, caranguejos, lagostas, camarão e molhos feitos com frutos do mar.

Comida lixo

Doces e chocolates (e todos os produtos feitos com chocolate, incluindo o chocolate branco, batatas fritas, refrigerantes (dieta e regular). Estas comidas são uma das principais causas da psoríase e eczema em adultos, bem como em crianças.

Fermento

Ou alimentos levedados, se houver uma infecção subjacente por fungos (candidíase).

Café

Se fortemente desejado, um máximo de três xícaras por dia de café descafeinado preto podem ser consumidas. Lembre-se o café é um diurético, e se tomado com muita frequência, esgota o cálcio do corpo, especialmente após os quarenta anos de idade. Por conseguinte, reponha o cálcio com um ou dois copos de leite desnatado ou por outros alimentos que forneçam cálcio num momento diferente do dia. É melhor não misturar leite ou açúcar no café.

Glúten

Produtos que contenham glúten, como cevada, aveia, centeio e trigo, se alergias ou doença celíaca é suspeita.

Diversos

Todos os alimentos fritos, pizza, bebidas alcoólicas (inclusive cerveja), cereais açucarados, vinagre (de vinho ou de grão), alimentos em conserva e defumados, especiarias quentes, molhos, morango, manteiga de amendoim, e demais amidos.

Nota:

Em todos os casos de artrite psoriática e eczema, evite frutas cítricas, sucos cítricos, morangos e adicionar sal aos alimentos. Adicionar sal aos alimentos, em geral, deve ser evitado. O sal (sódio) encontrado naturalmente na dieta diária é bastante adequado para a maioria das pessoas.

Na dieta alcalina também se pode recorrer ao complemento de produtos naturais com ingredientes adequados para reduzirem a inflamação das articulações e estabelecerem o equilíbrio natural do corpo.

Traduzido da fonte:
PAGANO, John O. A.; Healing psoriasis – The natural alternative; Wiley and Sons, Inc, New Jersey, 2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *